Revista de Imprensa Turca: 12.11.2018

Eis os temas hoje em destaque nos principais jornais da Turquia:

Revista de Imprensa Turca: 12.11.2018

Vatan: “Erdogan: a Turquia continua a prestar serviços à paz e à estabilidade”

O presidente Recep Tayyip Erdogan discursou na cerimónia que assinalou o 100º aniversário do fim da I Guerra Mundial, e disse que a Turquia continua a prestar serviços à paz e à estabilidade. No seu artigo publicado no jornal francês Le Figaro, Erdogan disse que é preciso tirar lições do que se passou durante a I grande guerra mundial, agora que passaram 100 anos sobre o fim do conflito.

 

Sabah: “Número de passageiros nos aeroportos de Istambul subiu para 6,5 milhões”

Nos primeiros 10 meses deste ano, aumentou para mais de 6,5 milhões o número de passageiros que passou pelos aeroportos de Istambul em relação ao mesmo período do ano passado. Entre Janeiro e outubro, foram realizados 587 634 voos, contra apenas 571 639 no mesmo período do ano passado, tanto em voos nacionais como internacionais.

 

Haber Turk: “Este ano desembarcaram mais cruzeiros no Porto de Kusadasi”

O Ege Port em Kusadasi recebeu 122 321 turistas estrangeiros este ano, que desembarcaram na Turquia em 152 cruzeiros. O Ege Port é o principal ponto de atracagem de cruzeiros na Turquia e é o principal ponto de entrada no país dos visitantes da Cidade Antiga de Éfeso e da Casa da Virgem Maria.

 

Yeni Safak: “A azeitona de Afrin abre-se ao mundo”

O regresso da tranquilidade à região de Afrin, na Síria, depois da operação turca Ramo de Oliveira, já se começou a refletir na economia da região. As azeitonas e o azeite da zona vão passar a ser exportadas para todo o mundo através das Cooperativas de Crédito Agrícola da Turquia. Através da da colaboração com a Turquia, os produtos agrícolas dos agricultores de Afrin poderão ser usados nas cozinhas de todo o mundo.

 

Star: “Troia soberba”

A obra “Troia”, uma das mais importantes da Ópera e Ballet Estatal da Turquia, depois da sua estreia mundial em Ancara, vai agora poder ser apreciada também no estrangeiro, em Berlim e Moscovo.



Notícias relacionadas