O Novo Programa de Economia

Constitui-se em um dos objetivos mais importantes do Novo Programa da Economia reduzir a inflação para um dígito nos próximos dois anos, eliminando todos os efeitos do choque da taxa de câmbio.

O Novo Programa de Economia

Análise do Prof. Dr. Erdal Tanas KARAGÖL do Departamento de Economia da Faculdade de Ciências Políticas da Universidade de Yildirim Beyazit.

Ecopolítica - capítulo 39/2018

A economia da Turquia na semana passada descreveu o caminho dos próximos três anos da sua economia determinando o roteiro do Novo Programa Econômico (YEP, por suas siglas em Turco), apresentando um novo plano para reequilibrar a economia baseado nos conceitos de disciplina e mudança.

Neste plano, o abrandamento do crescimento económico e as medidas destinadas a alcançar a estabilidade de preços são apontadas como equilibradas, ao mesmo tempo visam garantir a disciplina fiscal através de medidas rigorosas nas finanças públicas.

A disciplina fiscal no setor público constitui-se de forma extremamente importante neste período de estabilização, após esse estágio a economia da Turquia alcança o verdadeiro potencial enquanto a mudança e transformação entram em jogo.

Assim que foi indentificado o crescimento sustentável, foi sentido de forma evidente os efeitos sobre a distribuição de renda e o crescimento durante este período que abarca a construção de uma economia mais forte e mais robusta na Turquia.

No ano de 2018, a abertura das portas para a guerra comercial entre os dois atores mais importantes da economia global continuou, juntamente com as tensões, os riscos e as incertezas.

Nesse período, quando se tentou obter o equilíbrio da economia internacional por meio de movimentos mais introvertidos e tendências protecionistas, o enfraquecimento do apetite pelo risco das economias dos países em desenvolvimento diminuiu nos movimentos de capital.

Especialmente nos países em desenvolvimento, caso a economia tenha uma parte fraca vísivel, acontecem os ataques sobre as taxas de câmbio. Nessa conjuntura, o sistema econômico da Turquia sofreu duros ataques fazendo com que a Lira Turca perdesse de forma súbita e violenta o seu valor em relação ao dolar.

Depois de todas essas iniciativas de tentar testar a resistência da economia turca com ataques especulativos, tem-se implementado uma série de medidas tomadas pela gestão da economia. Essas medidas ainda estão sendo implementadas gradualmente.

No entanto, a previsibilidade a médio e a longo prazo dos mercados no âmbito do Novo Programa da Economia anunciado na semana passada descreve um caminho certo e aberto para eliminar a incerteza da economia da Turquia.

Quando os detalhes do programa são considerados, cabe-se salientar que, em primeiro lugar, visa alcançar a estabilidade de preços a curto prazo através da implementação de uma política fiscal em uma linha com a política monetária restritiva.

O impacto do choque da taxa de câmbio em agosto mostrou um aumento imediato nos preços ao consumidor e um leve aumento na inflação.

Em primeiro lugar, é um dos objetivos mais importantes do Novo Programa da Economia reduzir a inflação para um dígito nos próximos dois anos, eliminando todos esses efeitos do choque da taxa de câmbio.

Para combater efetivamente a inflação, está prevista a realização de ações como o Total Combate à Inflação e o “Mecanismo de Vigilância de Produtos para o controle de flutuações de preços em produtos alimentícios”.

Por outro lado, o uso de recursos eficientes e as limitações de gastos na disciplina fiscal no setor público são proeminentes.

A este respeito, deve notar-se que as poupanças estão entre os principais itens da agenda do Novo Programa da Economia. Mecanismos de incentivo devem ser revistos, as isenções fiscais e as isenções graduais serão removidas e os arranjos a serem feitos no sistema de seguro social para reduzir a carga sobre as finanças públicas são as políticas a serem implementadas durante este período.

Um total de TL 75.9 bilhões de Liras Turcas em economia e medidas foram previstos no orçamento de 2019, que se estima corresponder a 1.7 por cento da renda nacional.

Neste contexto, o “Gabinete de Transformação e Mudança das Finanças Públicas”, a ser estabelecido pelo Ministério das Finanças e Tesouro, implementará o Programa de Transformação de Economia e Renda que tem o objetivo de tornar permanentes as melhorias nas finanças públicas.

Outra questão importante no déficit em conta corrente é uma questão crítica para alcançar um nível sustentável.O Novo Programa da Economia espera uma redução gradual do déficit em conta corrente em relação ao PIB para o próximo período e que esse índice  de 4,7% para 2018 chegue  a 3,3% no ano de 2019.

Por último, ne tratarmos aqui a questão do crescimento e do emprego também pode ser visto uma ligeira desaceleração do crescimento para os próximos dois anos, entretanto logo no ano 2019 o potencial real da economia da Turquia poderá ser alcançado.

O fato destes números de crescimento se refletirem nos agregados familiares ao mesmo tempo, os aumentos simultâneos do emprego, isto é, o crescimento sendo inclusivo, estão entre os objetivos finais e serão dados passos neste caminho.

Atualmente, a economia da Turquia está em uma fase de preparação para escrever uma nova história de sucesso.

Não há dúvida de que no próximo período serão tomados todos os passos necessários para alcançarmos o sucesso com uma estrutura econômica forte e robusta.

Esta foi a análise do Prof. Dr. Erdal Tanas KARAGÖL do Departamento de Economia da Faculdade de Ciências Políticas da Universidade de Yildirim Beyazit.



Notícias relacionadas