Um Olhar sobre as Finanças na Economia da Turquia no Novo Período

Como será a estrutura de gestão da economia da Turquia e em que direção caminhará a economia do país no novo período?

Um Olhar sobre as Finanças na Economia da Turquia no Novo Período

Ecopolítica 27/2018.

A Turquia, após as eleições de 24 de Junho, passará a adotar o novo sistema de governo presidencialista que foi aprovado e que caminha rapidamente para a sua total implementação. O país vai responder às necessidades de reformas estruturais, a gestão será mais estável, mais funcional e eficiente, a estrutura do sistema funcionará de forma mais rápida, além de favorecer a oportunidade de agir de forma prática e orientada para atingir os resultados. Da economia para a política externa, a política irá contribuir para a segurança energética em todas as áreas do processo de produção, este sistema também irá aumentar ainda mais o poder de competitividade global da Turquia.

As guerras comerciais na economia global estão ficando a cada dia que passa mais acirradas, nesta conjuntura em que os EUA estão tentando direcionar o comércio mundial com as suas políticas econômicas protecionistas, um dos temas mais sensíveis consiste em como será a estrutura de gestão da economia da Turquia e em que direção caminhará a economia do país?

Apresentamos a análise do Prof. Dr. Erdal Tanas KARAGÖL do Departamento de Economia da Faculdade de Ciências Políticas da Universidade de Yıldırım Beyazıt.

O processo de reestruturação que ainda está em curso na administração da economia, que é a questão mais proeminente do novo sistema, tem como objetivo desenvolver a economia do país e melhorar o nível de competitividade na economia global. No entanto, existe atualmente uma apreensão do fato de que este salto na Turquia pode acompanhar os ventos da mudança na economia global, por um lado também há a necessidade de novos roteiros que possam produzir soluções a longo prazo nos mercados financeiros.

Na questão do investimento direto estrangeiro, é de importância fundamental caminhar para a redução da necessidade de utilizar o financiamento externo e o potencial disponível da Turquia. Nesse contexto, um dos passos mais importantes a serem dados consiste em acelerar o processo do projeto do Centro de Finanças de Istambul.

Graças a isso, por um lado, enquanto o setor financeiro da Turquia atende às suas necessidades, por outro lado a Turquia ganha prestígio no sistema financeiro internacional. Além disso, deve sublinhar-se que o escritório financeiro da Presidência neste novo período estará especificamente interessado nas finanças, o que é uma notícia bastante gratificante para os mercados financeiros.

Por outro lado, sobre a questão das finanças, novamente teve lugar na agenda, assim como nos últimos anos, entretanto não sendo totalmente aplicado está o Fundo de Ativos que precisa ser reconsiderado nesse processo. Os fundos de ativos nacionais, que têm sido usados há muitos anos no mundo inteiro, têm sido um recurso muito eficaz na redução dos efeitos das flutuações que podem ocorrer nos mercados devido ao grande financiamento de projetos e à mobilidade cambial.

Especialmente no período recente, quando consideramos a mobilidade da economia da Turquia vemos que tem sido confrontada com bastante frequência, deve-se notar que caso o Fundo de Ativos tenha uma estrutura funcional tais problemas podem ser evitados. Deve-se notar também que o Fundo de Garantia de Crédito terá um papel muito importante no próximo período e que deve ser usado ativamente para apoiar investimentos e exportações.

Um dos objetivos mais importantes do novo sistema consiste em colocar a Turquia entre as 10 maiores economias do mundo.

Neste contexto, a economia da Turquia no novo período pretende aumentar a cada dia o bem-estar social em cada cidade, em cada região e em cada família avançando com passos seguros para o caminho da integração do país na economia global e se aproximando cada vez mais dos objetivos do crescimento inclusivo e sustentável.

Desta forma, enquanto atende cada passo das finanças da Turquia, trabalha para atingir os objetivos de forma rápida e duradoura.

No novo período, a Turquia avança num processo com menos burocracia e tomada de decisão mais rápida a ser realizado no contexto da compreensão centrada em recursos humanos, trabalho eficiente e políticas eficazes.

Esta foi a análise do Prof. Dr. Erdal Tanas KARAGÖL do Departamento de Economia da Faculdade de Ciências Políticas da Universidade de Yıldırım Beyazıt.



Notícias relacionadas