A necessidade mais importante da indústria: o novo método de financiamento

A Economia Política, um programa do Prof. Dr. Erdal Tanas Karagol, membro do corpo docente do Departamento de Economia, da Faculdade de Ciências Políticas da Universidade de Yildirim Beyazit, em Ancara.

A necessidade mais importante da indústria: o novo método de financiamento

Atualmente, a taxa de utilização da capacidade industrial instalada na Turquia, já chega a 80%. Em 2 017, a produção industrial subiu 8,7%. Todos estes dados são indicadores de que a Turquia está a usar a sua capacidade industrial de uma boa forma e de que precisa de novas capacidades.

A criação de novas capacidades na indústria, tornou-se uma necessidade para o período que se segue. Mas como será isto possível? Em primeiro lugar, e se começarmos pelos problemas atuais, constatamos que a questão mais importante que tem que ser tomada em consideração no período que se segue, é a necessidade de um novo método de financiamento.

Um dos maiores problemas enfrentados pelos industriais do mundo atual, é o facto dos custos de financiamento serem altos. Os industriais veem-se obrigados a investir adiantando 60% do capital do investimento. Este é um valor demasiado elevado, que afeta a sua competitividade e prejudica a produção inovadora. Os passos que irão ser tomados para o desenvolvimento de novos instrumentos financeiros e dos mercados de capitais, são muito importantes para os industriais. No decorrer do novo período de investimento, o pilar central dos planos e estratégias que irão ser implementadas, para que possam ser atingidos os objetivos de produção, precisam de ser bem pensado.

Em primeiro lugar, é necessário chamar a atenção para a questão do desenvolvimento bancário. O Banco de Desenvolvimento precisa de uma estrutura de capital mais forte e concreta. Desta forma, serão encontradas fontes fiáveis de financiamento de longo prazo para a indústria.

Neste contexto, será garantido que tanto as empresas do setor industrial podem ser orientadas para investimentos de maior alcance temporal, e que estas empresas deixam de estar dependentes apenas dos bancos privados. Isto porque é muito difícil para as empresas conseguirem ao mesmo tempo investirem e serem capazes de competir nos mercados internacionais, recorrendo apenas aos empréstimos de curto prazo oferecidos pelos bancos comerciais.

Entretanto, quase 70% dos produtos produzidos pela indústria manufatureira da Turquia consistem em produtos de baixa ou média tecnologia. A percentagem de produtos de alta tecnologia é de apenas 3,3%. Por isso, a forma de conseguir aumentar a percentagem da produção de produtos de alta tecnologia no setor industrial, é através de novas formas de financiamento.

A produção de alta tecnologia irá ganhar um novo ímpeto, à medida que o Banco de Desenvolvimento dá um apoio especial aos setores de uso intensivo de tecnologia. A porta para a produção industrial de alta tecnologia na Turquia passará a estar um pouco mais aberta. Obviamente, os modelos de apoio financeiro não passam apenas pelos empréstimos concedidos pelo Banco de Desenvolvimento. Devemos também considerar o Fundo de Riqueza Soberano quando falamos sobre os modelos que abertamente oferecem apoio financeiro.

Podemos dizer que o Fundo de Riqueza Soberano tem uma importância estratégica, para que possam ser satisfeitas as necessidades de financiamento do setor real. Durante o novo período de investimento, o Fundo de Riqueza Soberano pode financiar as empresas com fundos de longo prazo, que poderão dar origem a um importante aumento no setor real.

Por outro lado, é importante notar que o Fundo de Garantia de Crédito (KGF) tem também a capacidade de assumir um papel importante na questão do financiamento. Passos concretos podem ser dados para os industriais no período que se segue, principalmente com um modelo do KGF focado em áreas qualificadas e com apoios à indústria assentes em garantias de longo-prazo até 10 anos.

Adicionalmente ao apoio financeiro, têm também que ser ultrapassados os obstáculos em termos da utilização dos solos. É por isso necessário criar oportunidades para os industriais, para que estes possam apoiar a produção.

Na semana passada, foi apresentado e aprovado no parlamento turco o Projeto de Lei para a Revisão de Algumas Leis para a Melhoria do Clima de Investimento.

Agora, a remoção das barreiras ao investimento, a melhoria do clima de investimento, os incentivos dados aos investidores e o desenvolvimento de diferentes métodos de financiamento para os investidores, são indicações de que a Turquia está igualmente preparada para receber investimento tanto com origem em investidores nacionais, como de investidores estrangeiros.

O novo método de financiamento que irá ser aplicado à indústria, irá fazer acelerar ainda mais o ímpeto da Turquia e garantirá o alcançar de um sucesso sustentável, em termos de investimento e de novas reformas no novo período.

É precisa uma nova visão industrial durante o novo período de investimento. Na realidade, todas estas questões indicam-nos uma nova linha de rumo, para a entrada da Turquia na lista de economias de alto rendimento. Em resultado disto, como se irá escrever no novo período a história do novo desenvolvimento que apoia os investimentos da indústria de alta tecnologia da Turquia?

Com esta interrogação termina por aqui o programa de hoje, escrito pelo Prof. Dr. Erdal Tanas Karagol, membro do corpo docente do Departamento de Economia, da Faculdade de Ciências Políticas da Universidade de Yildirim Beyazit, em Ancara



Notícias relacionadas