Lendas da Anatólia - Mosteiro de Sumela

Nessa semana no Programa Lendas da Anatólia vamos compartilhar sobre um dos símbolos turísticos mais importantes da Turquia, é o Monastério de Sumela.

Lendas da Anatólia - Mosteiro de Sumela

O Mosteiro de Sumela se encontra no alto das montanhas no distrito de Maçka na cidade de Trabzon e é considerado um local sagrado principalmente para os cristãos ortodoxos, sendo construído no ano 395 d.C., para ser usado tanto como igreja como mosteiro para os monges que ali recebiam educação religiosa-teológica.

Para chegar ao mosteiro, há como subir até certo ponto de carro, mas depois é preciso ir andando. A subida não é nada fácil e todos chegam ao mosteiro exaustos. Para levar alimentos, bebidas e outras necessidades para aqueles que viviam ali no passado, era usado um sistema de elevador de cordas.

Há uma lenda envolvendo a construção do mosteiro. De acordo com a crença popular, o autor do Evangelho de Lucas, pintou 3 quadros, chamados de ikona, na qual retratou Maria e o bebê Jesus em seus braços. A lenda afirma que os quadros foram chamados de Panagia e um deles foi levado para Atenas –mas segundo alguns através de anjos e outros afirmam que através dos monges – o quadro foi parar em Trabzon. Dois monges viram em sonho Jesus e Maria. No sonho, os monges viam também a região de Sumela em Trabzon e sem se conhecerem, viajam pelo mar até chegar em Trabzon. Quando eles se encontram, ambos falam do sonho e da região que viram. Esses dois monges se chamavam Barnabas e Sophronios e segundo a lenda, foram eles que começaram a construção do mosteiro com a ajuda do imperador grego Alexius III. A construção do mosteiro foi registrada pelo livro do imperador.

Acredita-se que a pintura ikona feita por Lucas tinha o poder de curar muitas doenças. Os ortodoxos respeitam e consideram o mosteiro como um lugar sagrado. De acordo com outra lenda, as gotas que caiam de 30 á 40 metros do alto da montanha, podiam curar muitas enfermidades e infertilidade. Muitos gregos e turcos vinham até o local para beberem destas águas e serem curados. Com o tempo, o mosteiro foi ampliado, sendo do século 11 a última mudança para a forma como se encontra nos dias de hoje. Com a conquista de Trabzon em 1461 pelo Sultão Fatih Mehmet, privilégios foram fornecidos. Os padres que ali viviam receberam direitos e proteção. O Sultão Yavuz Selim presenteou o governador de Trabzon com dois castiçais. O mosteiro foi apoiado por muitos sultões otomanos, mas em 1923 foi terminado o acordo de imigração e os ortodoxos da região foram para a Grécia, ficando o mosteiro vazio. No ano de 1931, um acordo assinado entre o presidente da Turquia, Ismet Inonu e o primeiro-ministro grego, Eleftherios Venizelos, leva para a Grécia a pintura e outros ítens considerados sagrados.

As histórias que se misturam ás lendas e nos levam para um mundo místico, nos convidam a visitar o Mosteiro de Sumela que se encontra no topo da montanha e dali você poderá ver um profundo vale com uma floresta de pinheiros. É sem dúvida uma experiência indescritível.

E na próxima semana nos encontramos novamente com mais um programa Lendas da Anatólia.

Esse programa foi escrito por Mücahit TÜRKÖNE.



Notícias relacionadas