Yanartas - A pedra flamejante

No programa Lendas da Anatólia dessa semana vamos falar sobre Yanartas, um dos locais mais importantes para o turismo turco, que está na província de Kemer em Antália.

Yanartas - A pedra flamejante

Se você for andando pela praia em Antália indo na direção oeste, você chegará em Kemer. Esta província chama a atenção dos turistas pelo azul do mar e florestas de pinho verde esmeralda que começam imediatamente após a praia. A 30 km de distância de Kemer há uma chama mitológica que aparente está acesa há milhares de anos. Essa chama é chamado de Yanartas (pedra flamejante) pelo povo turco. Já o nome mitológico é Chimaera.

Um dos mais importantes personagens da mitologia grega é Pegasus, o cavalo alado, ou seja, dotado de asas. Esse era um nome conhecido na astronomia, sendo também o nome de uma constelação. De acordo com Homero, um dos lendários narradores, o dono deste cavalo que servia aos artesãos, ficou sem dinheiro e então vendeu o cavalo para uma pessoa rica. O rico se impressiona com o que o cavalo podia fazer.O artista por não saber, usa o cavalo na agricultura. Naqueles dias chega um jovem e o artista entrega a ele o cavalo. O moço monta o cavalo e este bate suas asas em direção ao céu.

Bellerophontes, um herói importante e jovem, também deseja montar o cavalo. Ele implora para que isso aconteça mas não consegue alcançar seu alvo. Um oráculo então diz a ele que se ele fizesse um sacrifício no templo de Atenas, seu desejo se realizaria. Ele cumpre seu voto e enquanto dormia, a deusa atena o viu e lhe deu uma gema de ouro de presente. Ela anunciou que quando Pegasus visse a gema, ele seria o novo dono do cavalo. Assim o herói sai a procura do cavalo. Ele encontra Pegasus descansando próximo às águas e então se torna seu novo dono, indo á todo lado com seu cavalo alado. Um dia ele visita um rei e sua esposa tenta se aproximar de Bellerophontes. Este no entanto, não dá a ela ouvidos. Por causa disso, a mulher afirmou que tinha sido atacada por ele. O rei não consegue matar o rapaz, então o envia junto com uma carta para o rei da histórica região de Likya em Antália. Na carta ele pede que o rapaz seja morto ali. O rei de Likya hospeda o jovem por 9 dias. Todo o povo fica encantado com o belo rapaz e seu cavalo alado. Assim o rei se entristece e também não consegue matar o rapaz. Ele o manda de volta com ordens de que ele deveria ser morto pela besta Chimaera. Esta besta tinha cabeça de leão, corpo de cabra, cauda de cobra e da sua boca saiam chamas. O nosso herói Bellerophontes, monta o cavalo com asas, toma uma lança em suas maõs e enfrenta a besta. A lança atinge o alvo e a besta morre mas não se consome o fogo que saia de sua boca. O local em que acredita-se que o herói matou a besta cujo fogo não se apaga, ficou conhecido como Yanartas. Turistas dos quatro cantos do mundo vêm até este local para vê-lo de perto. Atualmente Yanartas fica no centro de Chimaera. Segundo crenças populares, as mulheres que não podem ter filhos, devem andar em volta do fogo três vezes e cozinhar ali, assim serão curadas. Além disso, se a carne de cervo for cozida ali, qualquer desejo poderá ser realizado.

Há muitas lendas envolvendo o mistério de Yanartas e várias pessoas importantes falaram sobre essa chama, assim como explicamos hoje na história contada por Homero. Outro personagem importante que visitou este lugar foi Evliya Çelebi.

E na próxima semana nos encontramos novamente com mais um programa Lendas da Anatólia.

Esse programa foi escrito por Mücahit TÜRKÖNE.



Notícias relacionadas