Nova Geração do Terror

O terrorismo passou a realizar ações em grupos. Passou a aplicar métodos de bombardeio suicida. E sobreviveu até os dias de hoje com métodos brutais. O terrorismo é o argumento mais comum de violência em tempos de mudança e transformação.

Nova Geração do Terror

Uma das organizações terroristas mais antigas e conhecidas do mundo são os Hashashis. Conhecidos no Ocidente como assassinos, eles eram famosos pelos seus atos solitários de terrorismo.Como era proibido carregar espada, arco e armas do tipo, eles neutralizaram seus alvos com facas, que eram mais fáceis de carregar e esconder.

Esta organização, estabelecida por Hasan Sabbah contra o Império Seljúcida, foi transformada nos assassinos por aluguel. Muitos centros de poder, principalmente das Cruzadas, usaram desta organização terrorista.

O terrorismo sistemático liderado por Hasis Sabbah, o líder dos hasemitas,evoluiu de acordo com as condições de cada época, se adaptando ao cenário da política mundial.

O terrorismo passou a realizar ações em grupos. Passou a aplicar métodos de bombardeio suicida. E sobreviveu até os dias de hoje com métodos brutais. O terrorismo é o argumento mais comum de violência em tempos de mudança e transformação. Da China ao norte da Europa, o terrorismo sempre foi colocado na vanguarda do poder e das guerras pelocapital.

Desde a invasão iraquiana pelas forças da coalizão em 1991, muitas organizações terroristas surgiram em nossa região. Essas estruturas terroristas visavam as forças da coalizão e seus parceiros locais, muitas vezes vistos como "invasores" no Oriente Médio.

No processo, as organizações terroristas que não se encaixavam no Oriente Médio entraram em separação e cristalização, e cada dia uma nova organização era criada.

Como as forças soberanas, ou, em outras palavras, os Estados, aumentaram as medidas contra esses ataques terroristas, o terrorismo se renovou. À medida que os estados modernos fortaleceram seus mecanismos de proteção, o terrorismo também fortaleceu seus argumentos e armas.

É uma questão muito séria que quase todo o pessoal administrativo da organização terrorista do Daesh é cidadão dos EUA e do Canadá, bem como dos países membros da UE, que é o principal problema do mundo islâmico e de alguns países da Europa Ocidental hoje.

Além dos sociólogos e psicólogos sociais, os sociólogos da religião devem apresentar um trabalho sério a este respeito. Muitos sírios e iraquianos em países com condições de vida muito melhores como França, Alemanha ou Noruega, ao invés de tirar proveito da vida, escolhem uma passagem sem volta em direção á morte.

As medidas que o Ocidente toma contra o terrorismo não solucionam o problema mesmo com o uso de todo o aparato tecnológico. Com o método "Nova Geração de Terror" desenvolvido pelos terroristas, todas as armas usuais foram descreditadas. Agora eles estão usando as necessidades essenciais do homem como argumento de terror e logística.

Centenas de bilhões de dólares são inutilmente gastos em uma luta que parece ineficaz. As paredes físicas e eletrônicas parecem ter se tornado mais finas e frágeis que uma folha de papel.A Nova Geração do Terror age de forma diferente. Não é como o método antigo, de treinamento em campo como o Rambo. As organizações terroristas derrubaram o treinamento militar e adquiriram novas técnicas. Já não é mais o modelo do terrorista cruel, musculoso, apto, treinado e de olhos afiados. Mesmo aqueles que não aguentam correr cem metros sem perder o fôlego,ou que sejam viciados em cigarro, álcool e drogas, podem se tornar um terrorista nessa nova geração.

Como vimos no recente ataque de Barcelona, os terroristas não são mais profissionais no uso de armas. Eles estão perdendo todas as batalhas da cidade.Um terrorista de nova geração que é tão incompetente em uma uma luta de rua, pode na verdade causar mais efeitos com ações de custo zero.

Outra coisa que deve ser discutida é o fato de que todos aqueles que realizaram ataques com este novo método, que está em voga na Europa, são cidadãos europeus.

As armas da Nova Geração de Terroristas não são mais uma arma, uma bomba ou um rifle. Os veículos a motor, legais e inocentes em todos os países, estão sendo usados como uma nova arma de terrorismo.

Não sei o quão consciente o mundo está desse perigo, mas olhando para as medidas tomadas, não fico esperançoso. As medidas contra esses ataques na Europa são semelhantes às da realização de testes á prova de balas em papel.

A Europa, o Oriente Médio, e a Turquia que faz parte de ambos lados, tem sido campo de ação dessa nova forma de terrorismo, infelizmente.

Os terroristas atacam civis com um veículo a motor, ou agem com facas como os discípulos de Hasan Sabbah.O mundo não tem nada a ver com esta nova geração de terrorismo, mas não está disposto a formar uma nova coalizão contra esse inimigo.

Por exemplo, todos os tipos de facilidade são fornecidos aos terroristas que procuram a Turquia através da Interpol. Eles não são levados a prisão.

Ou eles compartilham quase nenhuma informação sobre seus cidadãos que participam do Daesh. Um membro europeu do Daesh que a Turquia prende, nem sequer divulga informações sobre os terroristas. Esta atitude sem sentido e irracional, fornece óleo para o movimento das juntas da organização. Assim, os terroristas são capazes de fazer todos os tipos de ataques contra civis na Europa com muita facilidade.

 

Esse programa foi escrito por Erdal ŞİMŞEK



Notícias relacionadas