Greve nacional interrompe a vida diária na Índia

Os sindicatos apelaram a dois dias de greve contra as políticas anti-trabalhadores do governo.

Greve nacional interrompe a vida diária na Índia

A vida diária em algumas regiões da Índia ficou paralizada, depois de vários sindicatos terem esta terça feira lançado uma greve nacional de dois dias, para protestar contra as políticas anti-trabalhadores do governo.

Um total de 10 sindicatos, representando 200 milhões de trabalhadores, participaram nesta greve.

Amarjeet Kaur, o secretário geral do Congresso da União de Sindicatos de Toda a Índia, disse que “milhões de trabalhadores de setores formais e informais juntaram-se à greve contra as políticas do governo central, liderado por BJP”.

A União dos Sindicatos alega que o governo está a eliminar empregos e pagamentos regulares, através da modificação unilateral das leis laborais.

Os sindicatos confrontaram o governo com uma carta contendo 12 exigências, incluindo um salário mínimo, segurança social universal, condições para os trabalhadores, pagamento dos salários e facilidades para os trabalhadores do plano.


Etiquetas: greve geral , Índia

Notícias relacionadas