Bomba no Afeganistão fez 11 mortos no segundo dia das eleições

No primeiro dia das eleições, 27 civis e 11 elementos das forças de segurança foram mortos e mais de 100 pessoas ficaram feridas, em quase 200 ataques em todo o país.

Bomba no Afeganistão fez 11 mortos no segundo dia das eleições

Pelo menos 11 civis morreram este domingo, na explosão de uma bomba à beira de uma estrada na província afegã de Nangarhar, elevando para 38 o número de mortos em dois dias de eleições legislativas e regionais no Afeganistão.

Segundo o porta-voz do governador da província de Nangarhar, no leste do país, 6 crianças morreram neste último ataque.

No sábado, um ataque suicida contra uma assembleia de voto em Cabul, matou pelo menos 13 pessoas, incluindo civis e polícias. No primeiro dia das eleições, 27 civis e 11 elementos das forças de segurança foram mortos e mais de 100 pessoas ficaram feridas, em quase 200 ataques em todo o país.

O atentado deste domingo, numa região em que grupos armados talibãs e do Estado Islâmico estão ativos, não foi reivindicado.

O ato eleitoral no Afeganistão foi marcado pelo caos e pela violência, que causou atrasos e interrupções na votação, para além de muitos feridos e vítimas mortais.



Notícias relacionadas