Lieberman: vamos continuar a atacar alvos iranianos na Síria

“Não permitiremos que a Síria se transforme numa base avançada do Irão contra Israel e continuaremos a atuar com todos os meios neste sentido”.

Lieberman: vamos continuar a atacar alvos iranianos na Síria

Avgidor Lieberman, o ministro israelita da Defesa, disse este domingo em Telavive que não deixará de lançar operações na Síria contra a presença militar iraniana, apesar do incidente com o avião russo abatido na segunda feira passada.

Mísseis sírios lançados contra 4 aviões de caça israelitas F-16 acabaram por derrubar um avião de reconhecimento russo, a 35 kms da costa síria. Este aparelho russo foi abatido quando se preparava para aterrar na base aérea russa de Hmeimim e levava a bordo 15 soldados e oficiais russos.

Na primeira reação a este incidente, o ministro russo da Defsa disse que Israel apenas avisou os militares russos da sua operação um minuto antes do seu lançamento.

A declaração de ontem de Lieberman surge depois de Moscovo dar a entender que serão colocadas restrições à Força Aérea de Israel no espaço aéreo sírio.

“Agimos e trabalhos com prudência e responsabilidade, nos casos em que não há alternativa. Esta situação não mudou nem müdara nada, é a nossa política” – garantiu Lieberman, que acresentou ainda “não permitiremos que a Síria se transforme numa base avançada do Irão contra Israel e continuaremos a atuar com todos os meios neste sentido”.

O ministro israelita da Defesa lembrou ainda que “o exército israelita continua a usar os mecanismos de comunicação existentes há 3 anos com o exército russo na Síria, para evitar os confrontos”.



Notícias relacionadas