Regime Sírio ataca com gás cloro Guta Oriental, apesar da trégua

O regime de Bashar Al Assad atacou com armas químicas, que contêm cloro, a cidade de Shifoniya em Guta Oriental

Regime Sírio ataca com gás cloro Guta Oriental, apesar da trégua

O regime de Bashar Al Assad usou armas químicas novamente em Guta Oriental, apesar da decisão do Conselho de Segurança das Nações Unidas de implementar sem demora o cessar-fogo na Síria.

A Defesa Civil da Síria (Os Cascos Brancos) anunciou em sua conta de rede social que o regime sírio atacou com armas químicas, que contêm cloro, a cidade de Shifoniya em Guta Oriental.

As autoridades do hospital de Duma especificaram que 16 civis foram afetados pelo gás tóxico.

O regime de Assad realizou ataques com gás cloro contra a Duma três vezes nos últimos dois meses.

Fontes do hospital disseram que uma criança foi morta em uma incursão de bombardeio no domingo, 25 de fevereiro, quando as forças do regime realizaram ataques aéreos e terrestres em várias áreas de Guta Oriental.

Os ataques reivindicaram a vida de 4 pessoas. Desta forma, o número de mortes no bombardeio do regime aumentou para 5.

O Conselho de Segurança da ONU anunciou no sábado, 24 de fevereiro, que tomou a decisão de trégua humanitária pelo menos um mês para o transporte de ajuda humanitária para a Síria e a evacuação de pacientes e gravemente feridos em Guta Oriental que está especialmente sob o cerco do regime.

Na resolução, todas as partes foram convidadas a parar "sem demora" durante, pelo menos, 30 dias, os conflitos para levar a ajuda humanitária a toda a Síria de forma "segura, sustentável e sem obstáculos" e evacuar os "pacientes e feridos em estado grave. "



Notícias relacionadas