Mais de 400 sírios morrem em dezenas de massacres cometidos em outubro

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (SNHR) qualifica como massacre qualquer homicídio que leva a vida de pelo menos cinco pessoas.

Mais de 400 sírios morrem em dezenas de massacres cometidos em outubro

435 pessoas morreram, incluindo 145 crianças e 85 mulheres, como resultado de 39 massacres perpetrados na Síria durante o mês de outubro de 2017.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (SNHR), qualifica como massacre qualquer homicídio que leva a vida de pelo menos cinco pessoas.

De acordo com o relatório da organização, houve 325 massacres entre janeiro e outubro cometidos pelo regime sírio, a Rússia, a coligação multinacional anti-DAESH e o DAESH.

A Rússia matou 186 civis (65 menores e 35 mulheres) e colocou-se à frente na lista com 16 massacres.

O regime sírio matou 93 pessoas em 11 massacres em cidades como Idlib e a área rural de Damasco.

A coalizão liderada pelos EUA matou 104 civis em nove massacres em Al Raqa.

O DAESH massacrou 35 civis em dois massacres em Deirezzor e Hasaka (15 deles eram menores de idade).

Um massacre perpetrado por pessoas desconhecidas em Damasco custou a vida a 17.

O relatório exige que as milícias apoiadas pelo Irã (que apóiam o regime) sejam incluídas na lista de grupos terroristas internacionais.



Notícias relacionadas