100 mil casas em Portugal ainda sem eletricidade, após a passagem do furacão Leslie

O furacão Leslie atravessou o território de Portugal continental na noite de sábado para domingo. A rajada de vento mais forte foi registada na zona da Figueira da Foz, com uma velocidade de 176 kms/hora.

100 mil casas em Portugal ainda sem eletricidade, após a passagem do furacão Leslie

O território de Portugal continental foi este fim de semana fustigado pelo furacão Leslie. Não há, até ao momento, registo de vítimas mortais, mas 100 mil casas estão ainda sem eletricidade. Continuam neste momento os trabalhos de recuperação da rede elétrica.

“Com a circulação de viaturas no dia de hoje, bem como o sobrevoo de helicóptero, foi possível confirmar danos muito significativos provocados pelo furação Leslie na rede de distribuição de energia”, sublinhou um responsável da EDP Distribuição, a empresa responsável pela rede eletrica portuguesa.

Há zonas “muito preocupantes” no distrito de Coimbra, em particular nas localidades abastecidas pelas subestações de Louriçal e Soure, onde várias linhas de alta e média tensão (AT/MT) “permanecem inoperacionais, com postes danificados”.

Face à dimensão dos estragos, “não é ainda possível estimar a data para a conclusão dos trabalhos porque a situação continua complicada”, afirmou a diretora de comunicação da empresa.

O furacão Leslie atravessou o território de Portugal continental na noite de sábado para domingo. A rajada de vento mais forte foi registada na zona da Figueira da Foz, com uma velocidade de 176 kms/hora.



Notícias relacionadas