Presidente do Governo espanhol agradece o trabalho contra incêndios florestais

O primeiro-ministro, Pedro Sanchez, expressou hoje sua gratidão aos agentes que estejam atuando no trabalho de extinguir o fogo de Llutxent (Valencia), que já destruiu cerca de 1.400 hectares.

Presidente do Governo espanhol agradece o trabalho contra incêndios florestais

Em uma mensagem em sua conta no Twitter, Sanchez disse que agradece a todos os funcionários que estão trabalhando "sem descanso" para extinguir o incêndio em Llutxent.

"Infelizmente, há muitas famílias deslocadas e milhares de hectares devastados" escreveu Sanchez referindo-se aos incêndios florestais.

Ele também compartilhou a atualização dos dados oficiais da Unidade de Emergência Militar (UME), segundo a qual existem 264 militares na área, 70 veículos e dois helicópteros.

O incêndio, que foi declarado ontem em cerca de uma hora, já queimou 1.400 hectares e forçou a evacuação de 2.500 pessoas, enquanto em Huelva o fogo foi controlado no último domingo, que de acordo com as primeiras estimativas, foi capaz de afetar uma área de cerca de 300 hectares.

Autoridades acreditam que os incêndions podem ser intencionais por causa da proliferação de incêndios nos últimos dias na província.

Falando a repórteres no posto de comando avançado instalado no Valdelamusa, diretor de Operações Provincial Centro Infoco em Huelva, José Antonio Martinez, explicou que "o único ponto que poderia pôr em risco a população foi o fogo perto da aldeia Cueva de la Mora, embora seja consolidada com um grande número de pessoal e um perímetro assegurado".

Devido à evolução favorável, a Infoca retirou os doze meios aéreos que trabalharam na extinção do incêndio e baixou para 80 os bombeiros florestais que trabalham para sua estabilização.



Notícias relacionadas