Rafael Catalá diz que o governo está disposto a usar o artigo 155 da Constituição

"A teoria é que se deveria ter impedido um voto ilegal, mas com as circunstâncias tivemos que agir com prudência e com um uso limitado da força".

Rafael Catalá diz que o governo está disposto a usar o artigo 155 da Constituição

O ministro da Justiça, Rafael Catalá, elogiou hoje o comportamento das forças e corpos de segurança no dia 1 de outubro na Catalunha, que ele descreveu como "exemplar" e advertiu que o governo está disposto a usar o artigo 155 da Constituição.

"Não importa o quanto alguém tenha tentado se concentrar no contrário, vejo como policiais de estados cujos meios de comunicação agora estão alarmados se comportam diante da desordem pública e penso que houve respeito pelos cidadãos, moderação, proporcionalidade e não se usou a força, exceto em casos extremos", disse o ministro no canal de televisão TVE.

O estado não conseguiu impedir que muitas mesas de voto continuassem abertas, se indicou que "as forças de segurança tiveram que medir o uso da força para intervir. Foi um equilíbrio difícil", mas acrescentou que" ontem na Catalunha não houve referendo, mas alguns pontos de votação em certos lugares".

"A teoria é que se deveria ter impedido um voto ilegal, mas com as circunstâncias que tivemos que agir com cautela e com um uso limitado da força", disse ele também, antes de acrescentar: "o objetivo não que o referendo não fosse realizado e isso foi alcançado".



Notícias relacionadas