Erdogan apela aos países africanos para que façam comércio nas suas moedas nacionais

O presidente Recep Tayyip Erdogan interveio no Fórum de Economia e Negócios Turquia – África, que está a decorrer em Istambul.

Erdogan apela aos países africanos para que façam comércio nas suas moedas nacionais

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, apelou aos países africanos para que façam comércio nas suas moedas nacionais. As palavras de Erdogan foram proferidas durante o Fórum de Economia e Negócios Turquia – África, que está a decorrer em Istambul.

Erdogan sublinhou que a Turquia dá uma grande importância à cooperação com o continente africano:

“A Turquia, que apenas tinha influência em algumas regiões há 10 ou 15 anos, é atualmente o sexto país do mundo com a maior rede diplomática do mundo” – afirmou o presidente turco.

Erdogan disse ainda que está a ser planeada a terceira edição das cimeiras de cooperação entra África e a Turquia, e indicou que o evento está a ser planeado para 2 019, em Istambul. O presidente turco sublinhou ainda que a Turquia inaugurou na Somália a maior representação diplomática do mundo.

“Para além das nossas embaixadas, alargámos a nossa presença no continente através de organismos como a Agência Turca de Cooperação e Coordenação (TIKA), o Instituto Yunus Emre, a Fundação de Maarif, a Agência Anatólia e as linhas aéreas da Turquia (Turkish Airlines”.

O presidente turco destacou ainda o facto do mundo se manter de braços cruzados perante os homicídios cometidos por Israel. No entanto, os países africanos protegem o povo e a causa palestiniana. Segundo Erdogan, “a União Africana sempre esteve a favor da democracia e do direito, enquanto que muitos países protegem os golpistas”.

Erdogan disse também que ao contrário daquilo que se pensa, o peso das guerras e dos conflitos no mundo, bem como as consequências das migrações, não são suportados pelos países ocidentais, mas sim pelos países menos desenvolvidos e em vias de desenvolvimento.

Dirigindo-se depois diretamente a todos os países africanos, Erdogan disse o seguinte:

Digo a todos os meus amigos e irmãos africanos: vamos fazer comércio nas moedas locais, em moedas nacionais”.

O presidente turco salientou ainda que tal como os turcos, também os africanos conquistaram a sua liberdade com o seu sangue:

“Os turcos e os africanos conquistaram a sua liberadade não graças aos favores de algumas potências, mas sim com o sangue dos seus antepassados e filhos. Chegámos ao nosso nível atual não através de negócios sujos, mas pagando o respetivo preço. Não recebemos a nossa liberdade numa bandeja dourada por parte de alguns. Pelo contrário, obtivemos a nossa liberdade com o nosso esforço e construímos o nosso futuro com a liberdade conquistada.

Avancámos para a nossa liberdade vencendo contra as potências invisíveis e conseguindo vitórias em várias lutas impossíveis de ganhar. Agora estamos a avançar para a nossa independência económica, dando a mesma luta que demos pela nossa independência política” – afirmou Erdogan.



Notícias relacionadas