Carlos Queiroz, um técnico com pergaminhos para dirigir a Seleção Nacional da Colômbia

O português levou a Seleção da África do Sul para a Copa do Mundo da Coreia e Japão em 2002, esteve com Portugal na África do Sul em 2010 e qualificou o Irã para o Campeonato Brasil 2014 e Rússia 2018.

Carlos Queiroz, um técnico com pergaminhos para dirigir a Seleção Nacional da Colômbia

Agencia Anadolu (AA) - Serviço de Português -Embora o nome do português Carlos Queiroz seja desconhecido para a maioria dos colombianos, no mundo do futebol não é assim.

O Luso tem um extenso currículo que vai desde o comando da Seleção Sub-20 de Portugal, no final dos anos 80, até o comando do maior clube da história na temporada (2003-2004): o Real Madrid da Espanha

Embora a imprensa colombiana, em geral, não endosse a contratação de Queiroz pela Federação Colombiana de Futebol, a jornada dos portugueses no comando de várias equipes em diferentes mundos é notável.

Iniciou a sua carreira desportiva como arqueiro no clube Ferroviário de Nampula (no que hoje é Moçambique), em 1968, enquanto estudava engenharia mecânica na Universidade de Lourenço Marques. Em 1974 ele deixou o arco. Dez anos depois juntou-se à equipe da região de Lisboa, Estoril Praia, como assistente técnico de Mário Wilson.

Sua estreia como técnico foi em 1989, quando assumiu as rédeas dos times juvenis Sub 16 e Sub 20 de Portugal.

Naquele ano obteve suas primeiras conquistas e colocou a equipe Sub 16 em terceiro lugar no Campeonato Mundial na Escócia.



Notícias relacionadas