Jerusalém, eleita como a capital cultural do mundo do Islã em 2019

A organização lança um programa para impulsionar o apoio internacional islâmico para a preservação do patrimônio cultural em Jerusalém.

Jerusalém, eleita como a capital cultural do mundo do Islã em 2019

O diretor-geral da Organização Islâmica para a Educação, Ciência e Cultura (ISESCO), Abdulaziz Othman Altwaijri, anunciou que Jerusalém foi escolhida como a Capital da Cultura Islâmica de 2019.

Falando em uma conferência de imprensa sobre a Declaração do Ano do Patrimônio Mundial Islâmico do ISESCO 2019 em Rabat, a capital do Marrocos, Altwaijri disse que a organização lançou um programa abrangente para aumentar o apoio islâmico e internacional para a preservação de patrimônio cultural em Jerusalém.

Além disso, ele disse que a ISESCO escolheu Jerusalém como a capital cultural do mundo do Islã em 2019.

Altwaijri convidou as autoridades relevantes dos países membros da organização para apoiar esta iniciativa, organizando projetos e programas culturais para aumentar o nível de conhecimento sobre a proteção do patrimônio nas regiões contenciosas.

Altwaijri propôs declarar outras capitais culturais do Islã em 2019 como cidades irmãs de Jerusalém e pediu a cada um desses países que designasse uma semana para Jerusalém dentro da estrutura dos programas de capital cultural.



Notícias relacionadas