Brasil anuncia reconstrução do Museu Nacional após o incêndio

A reconstrução foi anunciada pelos ministros de Educação, Rossieli Soares, e da Cultura, Sérgio Sá Leitão, numa conferência de imprensa concedida frente às ruínas do histórico edifício.

Brasil anuncia reconstrução do Museu Nacional após o incêndio

O Governo do Brasil anunciou que já começou o processo de reconstrução do Museu Nacional do Rio de Janeiro, depois do incêndio de domingo que destruiu pelo menos 90% das 20 milhões de peças que integravam o maior acervo cultural e histórico do país.

A reconstrução foi anunciada numa conferência de imprensa concedida frente às ruínas da histórica construção pelos ministros de Educação, Rossieli Soares, e da Cultura, Sergio Sá Leitão, no meio de protestos pelo abandono ao qual o Governo tinha condenado a instituição e a indignação de funcionários que durante anos denunciaram a falta de recursos para a sua manutenção.

Soares afirmou que a reconstrução vai começar com a imediata entrega de 10 milhões de reais (perto de 2,4 milhões de dólares) "para garantir a estrutura física e a segurança, inclusive estrutural", do Museu Nacional.

A Proteção Civil do Rio de Janeiro decretou a intervenção na edificação de 200 anos, após uma inspeção na qual se concluiu que, apesar da fachada e das paredes externas continuarem de pé, as paredes internas e os quartos foram comprometidos pelo fogo e podem desabar a qualquer momento.

O ministro acrescentou que, numa segunda fase, serão destinados mais 5 milhões de reais (cerca de 1,2 milhões de dólares) para financiar um projeto executivo de reconstrução que ainda não está definido, mas que terá o apoio da Unesco.



Notícias relacionadas