Espanha suspende a venda de armas para a Arábia Saudita

O Ministério da Defesa espanhol confirmou que tem medidas tomadas para impedir a venda de armas para a Arábia Saudita.

Espanha suspende a venda de armas para a Arábia Saudita

Madrid, 04 de setembro (EFE) - O Ministério da Defesa espanhol confirmou hoje que eles tomaram medidas para impedir a venda de armas para a Arábia Saudita do exército espanhol.

Falando à EFE, a Defesa confirmou que os 9,2 milhões de euros pagos pelos materiais serão devolvidos deixando assim sem efeito o acordo assinado entre Espanha e Arábia Saudita em janeiro de 2015.

Em 16 de agosto, o Ministério da Defesa disse que iria rever a venda de armas ainda pendentes e "que pode envolver o uso direto dessas armas contra civis", como no ataque a um ônibus com crianças no Iêmen no início de agosto passado.

Segundo a Anistia Internacional, a Espanha vendeu para a Arábia Saudita em 2017 cerca de 270 milhões de euros em assuntos militares, a quantidade sobe para mais de 900 milhões se contarmos a partir de 2015, quando o conflito eclodiu no Iêmen. EFE



Notícias relacionadas