Pelo menos uma pessoa morreu no desmoronamento de um prédio incendiado em São Paulo

O prédio, antiga sede da Polícia Federal, foi ocupado por cerca de 50 famílias e pelo menos três pessoas podem estar desaparecidas

Pelo menos uma pessoa morreu no desmoronamento de um prédio incendiado em São Paulo

São Paulo, 1 de maio (EFE) .- Pelo menos uma pessoa morreu depois que um prédio de 26 andares desabou hoje no centro de São Paulo durante um grande incêndio que também afetou uma propriedade vizinha, segundo os bombeiros. .

O prédio, antiga sede da Polícia Federal, era ocupado por cerca de 50 famílias e pelo menos três pessoas poderiam estar desaparecidas.

"Há a possibilidade de outras vítimas", disse Max Mena, o coronel dos bombeiros, em declarações coletadas pela mídia local.

A única vítima confirmada é um homem que estava sendo resgatado por bombeiros quando a estrutura entrou em colapso.

"Nós estávamos tentando salvá-lo, mas infelizmente ele foi abaixo com o prédio, foi uma tentativa rápida e hábil, por uma questão de segundos que não conseguimos", acrescentou Mena.

As chamas começaram por volta das 1h30 da madrugada de segunda-feira (22h30 horário de Brasília) e o fogo se espalhou rapidamente pelo resto dos andares e atingiu um prédio vizinho, ambos localizados na região da República, no centro de São Paulo.

Cerca de 160 bombeiros estão na área para combater as chamas do segundo prédio, que foi evacuado e no momento não está em risco de colapso.



Notícias relacionadas