México: Peña Nieto declara emergência em Chiapas após o forte terremoto

O presidente informou que há danos e prejuízos em alguns estados "que ainda não podemos quantificar"

México: Peña Nieto declara emergência em Chiapas após o forte terremoto

México,8 set (EFE) - O presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, atualizou a magnitude do terremoto que sacudiu grande parte do país na noite de quinta-feira, de 8,4 para 8,2 na escala de Richter, e anunciou que o estado de Chiapas está em estado de emergência.

Em uma mensagem do Centro Nacional de Prevenção de Desastres, o presidente confirmou o saldo preliminar de cinco pessoas mortas pelo terremoto e anunciou o cancelamento das aulas em onze estados, desde a capital até Chiapas.

Ele também anunciou que o estado de Chiapas, nas margens do qual o epicentro do terremoto estava localizado, foi declarado em estado de emergência para que a ajuda flua mais facilmente naquela área de fronteira do país.

Embora tenha indicado que a intensidade foi ajustada para 8,2 graus, disse que "isso faz com que seja o maior terremoto ocorrido em nosso país há pelo menos nos últimos cem anos".

Enfatizou que foi ainda maior que o de 8.1 graus em 19 de setembro de 1985, que deixou milhares de mortos.

"A diferença foi a distância que o terremoto aconteceu. Este sismo ocorreu próximo a costa de Chiapas, a 150 km de Chiapas, e em consequência a cerca de 700 km do centro do país e da capital. O de 1985 ocorreu a 400 quilômetros das costas de Jalisco e Michoacán ", disse ele.

Acrescentou que esta distância "atenuou até certo ponto os danos que poderiam ter causado um terremoto dessa magnitude".

O presidente informou que há danos e prejuízos em alguns estados "que ainda não podemos quantificar".



Notícias relacionadas