Balas e gás lacrimogêneo usados em Kampala pela polícia e exército dispersam manifestantes

Os protestos irromperam na capital de Uganda, Kampala, após a prisão de vários parlamentares da oposição, incluindo o pop star que se tornou político Bobi Wine.

Balas e gás lacrimogêneo usados em Kampala pela polícia e exército dispersam manifestantes

A polícia de Uganda disparou gás lacrimogêneo para dispersar manifestações na capital nesta segunda-feira, enquanto os protestos contra o espancamento de parlamentares detidos continuavam pelo segundo dia consecutivo.

O porta-voz da polícia, Emilian Kayima, disse que a polícia havia implantado para impedir a rebelião que eclodiu em um mercado no centro de Kampala. "Alguns grupos de jovens participaram de um tumulto e estão sendo tratados ... estamos parando o tumulto."

Kayima não deu detalhes sobre a escala da ação policial.

Policiais fortemente armados em equipamentos antimotim e soldados tomaram o controle das ruas ao redor do agitado mercado de Kireka. Transportadores de pessoal blindados posicionaram-se nos principais cruzamentos enquanto as forças de segurança ordenavam que os membros do público evacuassem os quarteirões da cidade.



Notícias relacionadas